Endodontia - Clínica Simone Prada
Loading...
Endodontia2019-02-14T15:30:38-02:00

A Endodontia é uma especialidade que trata da etiologia, diagnóstico, terapêutica e profilaxia das doenças e lesões que afetam a polpa dentária e a raiz dentária, bem como o tecido periapical.

Os dentes que necessitam de tratamento de canal podem ou não apresentar sintoma de dor. O dente dói quando a polpa está inflamada, possuindo terminações nervosas que fazem o paciente sentir a dor decorrente da inflamação.

Em alguns casos, a polpa dental não tem mais terminações nervosas vivas. Quando existe infecção para fora do dente não é recomendado o tratamento endodôntico em sessão única.

Nos casos em que ocorreu contaminação da polpa, mas a mesma está restrita a parte interna da raiz, o endodontista, após criteriosa avaliação, pode fazer o tratamento em sessão única.

Muitas vezes, só a restauração não é suficiente para restabelecer a forma e a função do dente,  planeja-se então uma peça protética (inlay, onlay ou coroa), para reforçar o remanescente dentário, quando este está muito frágil para suportar uma restauração direta.

Nestes casos, geralmente, é recomendado o reforço das raízes com núcleos que podem ser confeccionados no laboratório ou feitos no consultório com resina e pinos.

Quais são os procedimentos para se tratar um canal dentário?

O tratamento de canal é feito em várias etapas, sendo necessário, em alguns casos, realizar várias visitas ao especialista de endodontia.

Primeiramente, é feita uma abertura na parte posterior de um dente frontal ou na coroa de um dente posterior, molar ou pré-molar.

Em seguida a polpa infeccionada é removida (pulpectomia). O espaço pulpar e os canais são esvaziados, alargados e limados, em preparação para o seu preenchimento. Uma restauração temporária é colocada na abertura da coroa, a fim de proteger o dente no intervalo das visitas.

Para finalizar o tratamento, a restauração temporária é removida e a cavidade da polpa e os canais são preenchidos permanentemente.

Um material em forma de cone (flexível) é inserido em cada um dos canais e geralmente selado em posição com um cimento apropriado. Uma coroa é geralmente colocada sobre o dente para restaurar seu formato e lhe conferir uma aparência natural.

Se o dente estiver fraturado ou muito destruído pode ser necessário colocar um pino cimentado no canal antes da confecção da coroa.

O que acontece se eu não fizer o tratamento de canal?

A falta de tratamento endodôntico pode resultar em uma infecção na raiz e nos tecidos vizinhos, além de poder levar a sérias consequências à saúde, como:

  • Dor intensa;
  • Inchaço;
  • Febre;
  • Bacteriemia (bactérias na corrente sanguínea);
  • Infecções à distância (articulações, febre reumática, entre outros);
  • Extração do dente.

Neste tratamento, os canais das raízes são limpos e preenchidos com material apropriado. Isso acontece quando a cárie chega muito próxima ao canal do dente e ocorre uma contaminação.

Pronto para sorrir?

Agende sua consulta