Ortodontia - Clínica Simone Prada
Loading...
Ortodontia2021-09-23T13:45:50-03:00

A Ortodontia é a especialidade odontológica que tem o objetivo de prevenir e corrigir estados de anormalidade no alinhamento dos dentes.

Sabemos que uma boa adaptação das arcadas dentárias melhora a respiração, a dicção, além de prevenir distúrbios na articulação, o que proporciona uma estética agradável e ainda auxilia na prevenção das cáries, gengivite e doença periodontal, ajudando a manter a saúde bucal.

A ortodontia avalia o posicionamento dos dentes, tipo de crescimento, análise do formato da face, perfil, ATM e define a melhor forma de correção.

Qual a melhor época para ir ao ortodontista?

A época mais oportuna para uma avaliação com o ortodontista é no início da troca dos dentes de leite pelos permanentes nos casos em que o perfil é agradável.

Esse é o momento em que pode ser indicado um tratamento ortodôntico preventivo ou interceptativo, com aparelhos ortopédicos funcionais ou ortodônticos-ortopédicos (removíveis ou fixos). O que evita um problema mais complexo quando a troca dos dentes estiver completa.

Já nos casos em que há, por exemplo, uma atresia da maxila por problemas respiratórios, o otorrino deve ser acionado para resolver as causas, e o quanto antes a correção ortopédica for realizada melhor para o crescimento da criança.

Outros casos de assimetria de face ou alterações de perfil, como retrusão ou avanço de mandíbula, também estão na alçada dos tratamentos ortodônticos com o auxílio de aparelhos ortopédicos.

O tratamento ortodôntico corretivo é realizado nos dentes permanentes com aparelho fixo e não há idade limite para a correção, por isso a clínica oferece tratamentos de Ortodontia e Ortopedia de excelente qualidade, sendo reconhecida pelo país inteiro.

Como será meu tratamento ortodôntico?

Dentro da Ortodontia e Ortopedia existem diversos tipos de aparelhos, tanto fixos como móveis, que são utilizados para ajudar a movimentar os dentes, retrair os músculos e alterar o crescimento mandibular.

Esses aparelhos funcionam colocando uma leve pressão nos dentes e ossos maxilares. A gravidade do problema é que irá determinar qual o procedimento ortodôntico mais adequado e mais eficaz. Os aparelhos podem ser divididos em dois grupos: fixos e removíveis.

  • Aparelhos fixos: São unidos aos dentes por meio de uma substância adesiva ou cimento. São compostos por bráquetes (metálicos, plásticos ou cerâmicos), tubos e anéis, que suportam o arco metálico, responsável pela movimentação dentária. Permitem maior movimentação dos dentes e independem da colaboração do paciente;
  • Aparelhos removíveis: São encaixados na boca, podendo ser retirados pelo paciente ou pelo ortodontista, e dependem da colaboração do paciente. Podem ser ortodônticos, os quais realizam pequenas movimentações dentárias; ou ortopédicos, utilizados nas correções de alterações esqueléticas (ósseas).

Hoje em dia, existem aparelhos transparentes em que as peças de suporte se confundem com a coloração do dente, buscando uma melhor estética.

Leia mais no livro: “Ortodontia e Ortopedia Facial – Casos Clínicos“.

Alinhadores Invisíveis

Os Alinhadores Invisíveis (ou transparentes) são muito procurados para substituição dos métodos convencionais, onde são utilizados os aparelhos metálicos.

Esse tipo de alinhador é feito de material transparente e removível, ou seja, o paciente pode retirá-lo para comer e escovar os dentes.

*imagem divulgação Invisalign

Por ser uma estrutura removível, há inúmeras vantagens, entre elas, o fato de não causar acúmulo de resíduos alimentares, como acontece em outros aparelhos.

O tratamento com o Alinhador Invisível pode ser feito por pessoas de todas as idades. No entanto, os adultos são os que mais procuram esse método, principalmente pela questão estética.

Confeccionados a partir do molde da boca do paciente, eles são praticamente imperceptíveis e corrigem o alinhamento dos dentes de forma discreta, com muita eficácia, mesmo em casos complexos, e sem mudar a aparência do sorriso durante o uso.

Na Clínica Simone Prada, todo paciente é avaliado pelo ortodontista, para um estudo sobre o melhor método aplicado, que pode ser apenas os alinhadores invisíveis, ou associado a outras técnicas, como apoios no osso tipo mini implantes, molas para ajudar fechamento de espaço – inclusive em crianças, com associação de dispositivos ortopédicos.

Entre em contato com nossa esquipe.

Casos Clínicos

  • Antes e depois do paciente realizar o tratamento ortodôntico.
  • Antes e depois do paciente que optou realizar o tratamento ortodôntico ao invés da cirurgia.

Pronto para sorrir?

Agende sua consulta