Aparelhos ortodônticos: os tipos, benefícios e cuidados para um sorriso perfeito - Clínica Simone Prada

Aparelhos ortodônticos: os tipos, benefícios e cuidados para um sorriso perfeito

Os aparelhos ortodônticos, ou dentários, são utilizados para corrigir a posição dos dentes, por questões de ordem funcional ou de má oclusão e, também, por motivos estéticos. O tratamento é realizado através de forças exercidas pelo aparelho, que deve ser selecionado de acordo com o diagnóstico efetuado pelo ortodontista, profissional especializado nessa área. São estas forças que fazem a correção do alinhamento dos dentes.

Como saber se preciso de aparelho?

Somente o dentista pode avaliar a necessidade do uso de aparelho, após uma avaliação ortodôntica. Normalmente os pacientes recorrem ao ortodontista com o objetivo único de melhorar a estética bucal, aumentando assim a sua autoestima.

No entanto, os benefícios dessa correção dentária vão além da aparência, pois ela proporciona melhorias na fonação (pronúncia das palavras), higienização, respiração e na eficiência da mastigação dos alimentos.

Além disso, o resultado do uso de um aparelho odontológico pode evitar ou diminuir problemas da articulação temporomandibular (articulação entre o maxilar inferior e o crânio), que provocam dores de cabeça constantes e limitações na abertura da boca.

Seguindo a filosofia americana, adotada pela Dra. Simone Prada, da clínica Simone Prada Odontologia Integrada, a mordida e estética da face devem estar em equilíbrio com a saúde periodontal, as articulações da boca e espaço naso aéreo, levando a uma grande estabilidade dos resultados. A Dra. Simone detalha diagnósticos e estudos de assimetria, com controle e estabilidade dos casos após 5 anos de tratamento, em um livro publicado pela USP para especialistas da área. Para folhear a publicação, clique aqui.

Em relação à idade, o uso do aparelho varia de acordo com a anomalia a ser corrigida. Nos casos dos removíveis, podem ser colocados normalmente nas crianças a partir dos 3 anos. Já o aparelho fixo é considerado a partir dos 7 ou 8 anos.

O tratamento segue um protocolo simples:

. Primeiro é feita uma avaliação e um estudo ortodôntico para determinar o tipo a ser colocado, baseado em moldes de gesso da boca e exames radiográficos, estudo do crescimento, avaliação do perfil, espaço aéreo, montagem em articulador panadent.

. Após a decisão do modelo adequado, inicia-se a confecção do mesmo.

. Depois de colocado, há a necessidade de consultas periódicas de controle e avaliação, normalmente mensais ou, no máximo, a cada dois meses.

. Em relação à duração do tratamento, geralmente varia entre 1 e 3 anos.

. Em alguns casos, é preciso extrair algum dente para colocar o aparelho, quando há falta de espaço para o alinhamento dentário e não se consegue contornar o problema de outra forma.

. Pode ocorrer quebra de alguma parte do aparelho. Nessa situação, deve-se recorrer ao dentista imediatamente.

 

Os tipos de aparelhos ortodônticos

FIXOS – são os considerados para correção nos adolescentes e adultos. Tal como o nome sugere, é fixado nos próprios dentes.

Eles são subdivididos em:

Fixo autoligado – tem a vantagem de ser mais confortável e mais fácil de higienizar.

Ortodôntico estético – destinados às pessoas mais preocupadas com a estética, pois procuram disfarçar ou esconder o mais possível os elementos que o compõem, de modo a torná-los menos perceptíveis. Entre eles, o aparelho transparente, o de porcelana e o safira.

 

MÓVEIS  Os removíveis são mais indicados para as crianças. Podem ser retirados da boca durante as refeições e para a escovação.  São aparelhos mais baratos, simples e convencionais, mas que não suportam forças muito elevadas na movimentação dos dentes. Geralmente permitem alterações das bases ósseas (ortopedia dos maxilares).

Invisalign – Esse é um método recente e pode ser considerado removível. É um aparelho transparente previamente planejado por uma tecnologia avançada de imagens de computador em 3D. A estética é um dos benefícios, pois sendo transparente, sem qualquer tipo de arame, passa despercebido.

Os cuidados

O uso de aparelho ortodôntico implica em alguns cuidados básicos, porém importantes para não comprometer a sua integridade. A higiene bucal é essencial, pois a estrutura do aparelho facilita a retenção de resíduos alimentares e bactérias que podem causar inflamações na gengiva e cárie.

O fio dental é essencial.

Deve-se evitar o consumo de alimentos muito duros e pegajosos, como balas ou caramelos, por exemplo.

Também pode acontecer algum desconforto, ou mesmo dor, pela fricção entre as peças dos aparelhos e o interior dos lábios e bochechas. Para minimizar esse problema, utiliza-se uma cera ortodôntica própria que é aplicada nessas peças, evitando esse atrito.

Com esses cuidados e as consultas periódicas, o tratamento resulta em um paciente satisfeito e confiante!

 

Todos os artigos deste blog têm finalidade instrutiva, não podendo, sob nenhuma hipótese, substituir uma consulta.  Se você tiver mais dúvidas ou quiser falar conosco, clique aqui. Teremos prazer em atendê-lo (a).

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

2019-03-20T14:25:20-03:00

Deixar Um Comentário